Rastreio por FIT

O cancro colorretal (CCR) é um dos cancros mais frequentemente diagnosticados. As boas notícias são que a incidência e a mortalidade do CCR podem ser significativamente reduzidas em caso de deteção precoce.

Os testes imuno-histoquímicos fecais (faecal immunochemical tests, FIT) são não invasivos e podem detetar sangue invisível a olho nu nas fezes. Dada a sua simplicidade, os FIT são atualmente considerados a melhor opção não invasiva para rastreio do CCR.

Invista um bocadinho de tempo na sua própria saúde realizando o FIT para prevenir ou detetar precocemente o cancro do cólon. Para mais informação, visite a nossa página de internet “FIT no rastreio” www.fitscreening.eu/patients

UF-Series

Experiências de utilizadores - Hospital Universitário, Alemanha

O Hospital Universitário na zona oeste da Alemanha possui um número de doentes de cerca de 50 000 por ano. Para além das várias clínicas e centros, integra também um hospital pediátrico certificado.

A análise de urina é aqui uma área de investigação comum, com casos especiais de amostras de urina pediátrica. Estes doentes possuem uma história clínica de perturbações renais, por isso as amostras positivas são em grande número durante a rotina diária.

Os requisitos para uma análise de urina completa incluem a microscopia manual de urina nativa numa câmara de contagem, seguida da análise reativa a seco com um leitor de tiras de teste. Uma vez que praticamente todos os doentes possuem história clínica, a microscopia tem de ser realizada em quase todas as amostras. A realização das análises de urina segundo este fluxo de trabalho tradicional exige muitos funcionários e tempo. Na câmara de contagem analisamos a urina nativa sem centrifugação prévia. Isto dificulta a deteção de números pequenos de partículas. Existe também um défice de padronização devido às competências individuais e experiência pessoal dos técnicos. Contudo, possuir um nível de qualidade padronizado dos resultados laboratoriais é muito importante para o trabalho dos médicos que prescrevem o tratamento, em particular nas urgências durante o turno noturno.

O UF-1000i é um instrumento de gama alta que ajuda a realizar a análise de urina de forma mais eficaz. Reduzimos o número de funcionários envolvidos durante a análise de urina, ao mesmo tempo que aumentámos a quantidade e a qualidade dos resultados. Uma vez que os resultados são claramente apresentados, os técnicos laboratoriais podem decidir de forma rápida e fácil como proceder com as amostras individuais.

Devido ao pequeno volume de urina nas amostras pediátricas, usamos o UF-1000i no modo manual uma vez que neste modo o instrumento apenas necessita de 1 ml de urina. Como o controlo de qualidade é realizado pelos técnicos neste mesmo modo, o funcionamento é realmente padronizado, o que facilita ainda mais o trabalho. Quanto ao controlo de qualidade, são usados dois níveis clinicamente práticos de material de controlo, o que proporciona um patamar de segurança adequado. A utilização da citometria de fluxo na urina permite fornecer resultados de analise de urina em qualquer altura com um elevado nível de qualidade, assim como aumentar a produtividade em relação ao procedimento manual.

A função de verificação cruzada do software sis-u significa um nível de padronização adicional. O software compara automaticamente os resultados do leitor de tiras de teste com os do UF-1000i. Também cria listas de trabalho.

Experiências de utilizadores - Hospital Universitário, 500 amostras/dia

O nosso hospital é único, com cerca de 1000 camas e aproximadamente 3000 doentes em ambulatório por dia. Fornecemos cuidados de saúde baseados na filosofia "Usamos e melhoramos cuidados de saúde avançados e fornecemos cuidados de saúde adequados a cada doente". Ou seja, tentamos melhorar a qualidade do nosso trabalho em benefício de todos os doentes, todos os dias.

A análise de urina é muito importante e, na maioria dos casos, não é dolorosa para o doente, fornecendo muitas informações sobre o estado dos rins e do trato urinário. Em particular no caso de sintomas não específicos, pode fornecer pistas sobre possíveis problemas de saúde no trato urogenital e desencadear outras análises diferenciais. A contagem de sedimentos na urina por microscopia é uma técnica que exige muitos conhecimentos por parte dos técnicos laboratoriais. A experiência é fundamental para uma classificação correta das partículas, em especial nas amostras patológicas, uma vez que isto pode ser crucial para os médicos que têm de tomar decisões sobre os próximos passos. Por esta razão, os técnicos de laboratório têm de manter e atualizar continuamente as suas competências e conhecimentos.

Um dos problemas no laboratório era a verificação das amostras de urina ao microscópio, que demorava muito tempo e sobrecarregava os técnicos com trabalho. Desta forma, o tempo era pouco e, em particular, as amostras patológicas, que exigem mais tempo para uma classificação precisa das partículas de sedimento, não podiam ser processadas com um nível de qualidade elevado porque não havia tempo disponível suficiente. A qualidade das análises também não era padronizada nesta área de trabalho.

Como recebemos cerca de 500 amostras urinárias por dia, temos tentado melhorar o nosso fluxo de trabalho de forma eficiente para processar todas estas amostras e, ao mesmo tempo, manter sempre uma qualidade de dados elevada. Para começar, testamos a amostra com o leitor de tiras de teste urinário e depois assinalamos primeiro os resultados das amostras negativas para reduzir o seu tempo de execução. No entanto, no passado ainda tínhamos de despender mais tempo e dedicar mais funcionários à contagem de sedimentos na urina quando muitas amostras eram consideradas como positivas pela análise de tiras de teste à urina. E tínhamos de contratar um novo técnico para ser formado sempre que um técnico no nosso laboratório se reformava ou deixava o cargo.

A oportunidade para avaliar o UF-1000i melhorou dramaticamente o nosso procedimento de análise de urina. Antes de usarmos o UF-1000i eram necessários três técnicos para contar e reportar os sedimentos na urina. Agora, somente um técnico realiza todas as contagens de sedimentos na urina, apesar de termos muitas amostras. E as novas regras de sinalização reduziram a taxa de revisão por microscopia para menos de 20% na rotina diária. O UF-1000i não só reduz os tempos de obtenção de resultados como também nos permite concluir mais rapidamente o nosso trabalho. Ganhamos uma quantidade de tempo significativa ao executar a análise de urina completa, e as amostras patológicas são agora alvo de uma atenção mais focada por parte dos nossos técnicos experientes. O nosso procedimento de análise de urina está agora padronizado com o novo fluxo de trabalho e manuais. Estou convicto de que a nossa análise de urina vai melhorar ainda mais graças aos nossos esforços e à tecnologia UFC.

Experiências dos utilizadores - Laboratório com 20 000 amostras/dia

Como laboratório central de uma associação, este laboratório privado na zona ocidental da Alemanha recebe cerca de 20 000 amostras por dia de centros de serviços médicos, centro de saúde nacionais e hospitais. Cerca de 13 000 destas amostras requerem um diagnóstico básico, o qual é executado após cinco a seis horas.

Graças ao equipamento moderno, os nossos laboratórios conseguem fazer face à nossa elevada carga de trabalho diária de processamento de amostras, e analisamos cerca de 400 a 600 amostras de urina por dia. Optámos pelo Sysmex UF-1000i e pelo sistema sis-u de gestão da área de trabalho para que pudéssemos processar todas as amostras com uma qualidade comparável. Foi um fator de decisão importante para nós, uma vez que trabalham mais de 30 técnicos médicos no departamento de análises de urina numa base rotativa. Queríamos padronizar a análise das amostras de urina, assim como o processo de validação técnica.

Conseguimos simplificar o processo para todos, graças às regras implementadas no sis-u, que são também responsáveis pelas amostras orientadoras, ou seja, as amostras que podem ser validadas após a análise com as tiras de teste ou que necessitam de contagem de partículas adicional pelo UF-1000i. A nossa associação precisa, sem dúvida, de um procedimento operativo normalizado - todos os técnicos têm se seguir o mesmo procedimento de validação técnica e de análise, para que possamos garantir a mesma qualidade de diagnóstico em todas as amostras. Com a padronização das análises proporcionada pelo UF-1000i e do processo pós-analítico através do sis-u, decidimos padronizar também o processo pré-analítico, tanto quanto possível. Reorganizamos os tempos de transporte para as amostras de urina para que as mesmas cheguem mais frescas ao nosso laboratório. Desta forma, reduzimos a taxa de revisão por microscopia para todas as amostras de urina para cerca de 5%.

Experiências dos utilizadores- Hospital de ensino académico

Sendo um laboratório inserido num hospital de ensino académico com 600 camas, a nossa estratégia de análises de diagnóstico deve abarcar a gama de pedidos de análises de 16 especialidades, assim como as amostras externas. O serviço de laboratório funciona dia e noite para permitir um diagnóstico laboratorial rápido para cerca de 13 000 cirurgias por ano, das quais 3000 são de doentes em ambulatório. Com o sistema de reembolso baseado nos grupos de diagnósticos homogéneos, a duração das hospitalizações foi reduzida e o número de tratamentos em ambulatório também diminuiu. Ambas as tendências aumentam a procura atual por procedimentos de análise laboratorial completos que permitam uma utilização atempada dos resultados para fundamentar decisões com relevância clínica. Para garantir que os resultados são rapidamente disponibilizados, o serviço de laboratório fornece análises realizadas a nível interno para uma ampla gama de ensaios.

O nosso laboratório recebe um número exequível de cerca de 40 amostras de urina por dia. Mas cerca de 50% delas chegam com a indicação para clarificar se o doente apresenta uma infeção do trato urinário. Há não muito tempo, estas amostras iam diretamente para a área de microbiologia para serem realizadas culturas em meio de cultura e obter um antibiograma. Isto significava que, para a maioria das amostras, os dados microbiológicos completos só estavam disponíveis após pelo menos 24 horas. As outras amostras de urina eram analisadas com um leitor de tiras de teste e depois os sedimentos eram observados ao microscópio.

O Sysmex UF-500i interessou-nos porque permitia um rastreio rápido como parte da abordagem microbiológica da análise de urina. Em particular, interessaram-nos dois aspetos: ser capaz de eliminar as amostras sem uma indicação de infeção no trato urinário em pouco minutos, principalmente em relação aos doentes que não necessitavam de tomar quaisquer antibióticos de largo espetro; e ser capaz de tranquilizar os médicos na exclusão de infeções do trato urinário em determinados casos. Com a implementação recente do UF-500i na nossa rotina, simplesmente colocamos as amostras onde se suspeita de infeção no trato urinário no UF-500i e só realizamos culturas nas urinas assinaladas com a "UTI flag" (sinalização de infeção no trato urinário), que indica achados positivos de infeção no trato urinário. Cerca de 40 a 50% das amostras recebidas têm uma sinalização de infeção no trato urinário positiva. Aquelas sem sinalização são imediatamente reportadas como negativas às enfermarias ou aos médicos.

As amostras obtidas para a análise com tiras de teste e a microscopia de sedimentos são também analisadas no UF-500i depois de terem sido sujeitas a leituras com as tiras de teste. Isto ajudou a reduzir a taxa de revisões e a limitar a microscopia às amostras que revelam anomalias graves. A redução da taxa de revisão foi fundamental, uma vez que era importante para nós acelerar a exclusão diagnóstica das infeções do trato urinário e beneficiar da redução de custos associada. Queríamos também introduzir no nosso laboratório um nível mais elevado de qualidade e padronização. A consolidação das áreas de trabalho da análise de urina em microbiologia e microscopia de sedimentos resultou numa nova área de trabalho padronizada para todas as amostras de urina onde o processo analítico é realizado com uma qualidade mais elevada e a comunicação de resultados de achados negativos foi consideravelmente acelerada.

Fig.1: Fluxo de trabalho simplificado com a série UF

Experiências dos utilizadores - Laboratório de microbiologia

O nosso laboratório de microbiologia tem de processar cerca de 36 000 amostras de urina por ano. Devido à fusão do nosso hospital com outros, o número de amostras de urina aumentou no nosso laboratório. As restrições financeiras e o número limitado de funcionários, assim como a necessidade de um tempo de produtividade mais rápido, levou-nos a considerar o UF-1000i como uma opção para reduzir os procedimentos manuais no departamento das análises de urina.

À primeira vista, a microscopia manual como uma primeira fase no procedimento de análise para separar as amostras negativas das positivas, parece ser uma análise pouco dispendiosa. Mas se considerarmos os encargos com o tempo usado pelos funcionários para realizar a microscopia para detetar bactérias e leucócitos, ou para examinar urinas com coloração de Gram, então a questão dos custos é completamente diferente. Depois de ter avaliado o UF-1000i verificámos que podíamos substituir a tradicional e morosa verificação por microscopia e comunicar amostras negativas mais rápido do que nunca. Isto permite-nos alertar os médicos responsáveis pelo tratamento tão cedo quanto possível para que possam evitar a prescrição desnecessária de antibióticos de largo espetro, uma das razões para o aumento alarmante da resistência dos agentes patogénicos a estes fármacos. O UF-1000i deu provas de que é um sistema de rastreio inicial adequado que pode processar amostras num espaço de tempo bastante mais curto do que os métodos manuais
nesta área de trabalho.

De referir também que o UF-1000i foi rapidamente aceite pelos técnicos. O instrumento foi recebido muito bem por estes profissionais, uma vez que é muito fácil de utilizar devido à sua interface interativa que, de uma forma geral, é inteligível e de utilização fácil.

Lista de produtos análise de urina

Consulte a lista de todos os nossos produtos para análise urinária

Produtos análise de urina
Desfrute do nosso centro multimédia
Tudo
  • Tudo
  • Documentos
  • Podcast
  • Imagens
  • Vídeos
Veja o vídeo
Consulte a nossa coleção